Home / Sua família / Quem eu posso escolher como os beneficiários do meu seguro de vida?

Quem eu posso escolher como os beneficiários do meu seguro de vida?

Se existe no mundo alguma coisa que seja mais importante do que o bem-estar de nossas famílias, a maioria das pessoas desconhece. Isso é ainda mais importante caso você seja o provedor financeiro de sua casa, e queira cuidar de seus entes queridos, escolhendo assim beneficiários para o seu seguro de vida.

Você fica preocupado com o que irá acontecer aos seus filhos, pais idosos ou seu cônjuge caso alguma fatalidade ocorra com você. E essa preocupação é saudável e merece sim todo o cuidado do mundo.

Por isso no post de hoje nós vamos falar de um assunto muito importante dentro do seguro de vida, mais especificamente quem pode ser os beneficiários escolhidos nessa apólice.

Mas afinal, o que exatamente são beneficiários de um seguro de vida?

Em qualquer seguro, quando contratamos essa apólice, nós mesmo somos os beneficiários, que em outras palavras significa que seremos nós mesmo que iremos receber uma indenização ou prêmio em caso de acidentes.

Isso é o que acontece por exemplo dentro do seguro de carro, que quando o sinistro é adicionado em caso de perca do carro, o próprio dono recebe um valor de indenização.

Mas no caso do seguro de vida, por motivos bem óbvios isso nem sempre é possível, a não ser quando pensamos em invalidez ou doenças graves, mas em casos de falecimento é preciso determinar outras pessoas que irão receber essa indenização: os beneficiários desse seguro.

Quem pode ser o beneficiário no seguro de vida?

Muita gente acredita que apenas parentes e herdeiros precisem configurar a lista de beneficiários dentro da apólice, mas muito pelo contrário, o segurado pode incluir o beneficiário que ele desejar.

Na maioria dos casos, entretanto é conveniente incluir alguém que seja dependente, e que precise desse subsídio para se manter, mesmo que não seja um membro da família.

Isso é considerado família afetiva, que por conta de ausência de vínculos biológicos não participaram da sucessão de herdeiros.

Mas é possível também escolher um membro da família ou vários como os beneficiários do seguro de vida, fazendo com que a escolha seja livre para qualquer pessoa que o segurado desejar.

Em casos onde o segurado não determina nenhuma pessoa para esse cargo, a indenização será dividida em 50% para o cônjuge e o restante igualmente para todos os herdeiros, respeitando sempre a vocação hereditária.

Caso não haja cônjuge ou herdeiros, o valor da indenização será de direito da pessoa que reivindicar a posse e conseguir provar que precisa disso para se sustentar.

É possível mudar o beneficiário durante o contrato?

Sim, o segurado tem total direito de alterar a sua lista de beneficiários a qualquer momento que deseja, quantas vezes quiser, sem precisar justificar ou fundamentar a sua escolha, desde que o mesmo esteja em posse de todas as suas faculdades mentais.

É ainda recomendando que a lista seja revisada e atualizada periodicamente, já que relacionamentos podem mudar, e a seguradora levará em consideração a última atualização formal da apólice para fazer a vontade do contratante.

Não existe também nenhum limite por lei de quantidade de beneficiários para um seguro de vida, no entanto, é sempre importante ter em mente que quanto maior for o número de pessoas, menor será a quantidade que cada um receberá.

beneficiários

Mas por mais que não exista um limite legal, as seguradoras costumam estabelecer um número máximo, e por isso não deixe de ler nenhuma pauta de seu contrato e consultar com seu corretor em caso de dúvidas.

Caso você deseje saber mais sobre beneficiários de um contrato de seguro de vida, acesse o site da Corretora Frizzera Porto http://corretorafporto.com.br/ e tenha um parceiro para esses momentos importantes da vida.

 

 

 

 

Sobre Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *